Be a Housewife

Fala-se de tudo, desde economia, organização, desorganização e desvaneios:)
Afinal o dia-a-dia de uma housewife, mãe e mulher como muitas pelo mundo fora!!!

terça-feira, 2 de março de 2010

Hoje vamos com o Miguel à pediatra.
Passa-se que, ele já fez análises e está tudo bem, anda super bem disposto e tem uma energia que cansa só de o ver.
Ok tudo bem, anda rabugento com os dentes a nascer, mas eu já não sei o que fazer para que ele coma!!!
Na sexta feira comecei-lhe a dar vitaminas porque já não se mais o que fazer.
A sopa nem a quer ver, ora que compro massa colorida, não quer, massa de letras, não quer, frango aos bocados, não quer, tudo picadinho, não quer!!!
Já fiz desenhos com a comida, já juntei ovo, cenoura, batata, ervilhas, peixe, tudo para dar muita cor e animação... não quer!
Também já o deixamos brincar com o comando da televisão, enquanto lhe tentamos dar o jantar, quem come é o comando!
Já lhe dei comer com ele ao colo a passear pela cozinha, à janela... nada!!!
A pediatra há umas semanas disse-me para levar isto com muita calma, ter imaginação, paciência...

Imaginação, não tem faltado, paciência, vai falhando porque não é fácil ver o filho todos os dias a não querer comer...
Mas se o filho vê um docinho... marcha num instante!!!
Mães (e não só) da blogoesfera, se tiverem ideias estejam à vontade para as dar.
Eu agradeço!!!

3 comentários:

  1. Olá querida.
    Os miúdos são mesmo assim: uns manhosos! Alguns comem demais e outros quase ou nada! É preciso ter paciência! Mas acabamos todas por perceber as manhas deles! :)
    Bjs e boa semana!
    M. céu

    ResponderEliminar
  2. A minha irmã tinha truques, como era mais nova, se eu lhe "roubasse a comida" ela comia logo tudo, outro era assustar, ir à varanda da sala e com uma vassoura bater na janela da cozinha, depois quem tivesse perto dela dizia que era o bicho papão que vinha buscar quem não comia. Comigo, ao contrário, tentaram isso e nunca resultou, chegaram até a mascarar uma cadeira para eu ver que estavam todos na cozinha e nada. Só lá foi quando um dia adormeci na cozinha e ao pequeno-almoço serviram-me o jantar frio do dia anterior, e eu não podia sair da cadeira enquanto não comesse. Foi remédio santo!

    ResponderEliminar
  3. Onde trabalho costuma dizer-se "Ninguém morre à fome com um prato de sopa à frente!" É preciso ter calma, moderar a preocupação, encarar a fase como passageira, talvez eliminar-se os lanches e manter-se apenas as refeições principais, quando já têm idade, deixá-los comer sozinhos abre-lhes o apetite - adoram sujar-se e sujar tudo à sua volta.

    ResponderEliminar